Lições do trilhas: Em Bento Fernandes alunos da EJA partilham seus sonhos.

1501808881130

No dia 03 de agosto, às 19h00, na Escola Municipal Maria do Carmo, na programação: “Roda de conversa: o retorno do cinema na praça.”  Enquanto me dirigia a sala de aula onde aconteceria a roda de conversa, uma funcionária falou: ” \ vou reunir todos os alunos, o horário da noite é difícil.” Não demorou muito e logo a sala se encheu, entre os alunos me chamou atenção duas personalidades, que diziam para os outros se orgulharem e preservarem a cultura e história local.

Romilda Oliveira, 24 anos de idade e José Gomes da Silva de 49 anos, possuem algo em comum, ambos estudam juntos, apesar da diferença de idades. Isso é possível pela Educação de Jovens e Adultos – EJA, onde eles estudam 6º e o 7º ano do ensino fundamental. Mas essa não é a única coisa que os une, os sonhos permanecem dentro deles.

1501808881395

Romilda é mãe de Levi, 2 anos. Casou-se muito cedo, aos 18 anos, sentindo a necessidade de interromper os estudos. Mas infelizmente o marido Valmir sofreu um acidente fatal em 2016, deixando-a viúva. Ela voltou a morar com sua mãe, juntamente com seu filho e resolveu voltar para escola. Hoje ela alimenta os sonhos de ser engenheira civil e diz: ” – Quero uma boa qualidade de vida para minha mãe e meu filho, com meus estudos eu vou poder fazer isso.” Romilda em seu tempo livre faz curso de bombeiro civil e operador de caixa. Além disso, ela achou maravilhosa a ideia do retorno do cinema na praça, chegando a incentivar ideias locais de produção audiovisual.

1501808879247

Enquanto Romilda sonha em ser engenheira civil, Sr. José Gomes da Silva sonha em fazer administração. Casado e pai de 3 filhos, insistiu na ideia de valorizar a cultura local. José tocava em um trio pé de serra e fez diversas composições. Tem orgulho de ser bento-fernandense, artista, pedreiro e agricultor. Sente vergonha do atual cenário político do país. José assim como todo brasileiro sonha com dias melhores, mesmo vendo a dificuldade que existe não perdeu a esperança.

Eu descobri que o segredo é esse, não desistir mesmo com olhares julgando pela idade ou pela dito “tempo perdido”, nunca é tarde demais e isso Romilda e Sr. José me ensinaram.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s